22/06, 13H01: Vasco Cordeiro inaugura residência para acolher doentes deslocados na ilha de São Miguel

Ponta Delgada, 22 de junho de 2020
Vasco Cordeiro inaugura residência para acolher doentes deslocados na ilha de São Miguel

O Presidente do Governo inaugurou hoje, em Ponta Delgada, a residência para acolhimento de doentes deslocados na ilha de São Miguel, um novo espaço que resulta de uma proposta vencedora do Orçamento Participativo dos Açores e que, no âmbito de uma parceria entre as duas partes, vai ser gerido pela LADA – Liga dos Amigos dos Doentes dos Açores.

“Este investimento corresponde a uma proposta vencedora do Orçamento Participativo dos Açores, apresentada pelo senhor Ricardo Afonso, da ilha de Santa Maria. Corresponde também à orientação política do Governo de reforçar as condições nas ilhas para onde se desloquem Açorianos para receberem cuidados de saúde”, afirmou Vasco Cordeiro.

Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo referiu que, à semelhança de um espaço idêntico já existente na ilha Terceira, este investimento de cerca de 80 mil euros permitiu recuperar dois apartamentos na cidade de Ponta Delgada, com capacidade de alojamento de 12 pessoas.

“É isso que pretendemos também fazer na ilha do Faial, com a criação de um espaço semelhante a este”, adiantou Vasco Cordeiro, ao salientar o “espírito de parceria” com a LADA, que gere estas residências na Terceira e em São Miguel, à semelhança da parceria existente com outras instituições nesta área, caso da Casa de São Jorge – Associação Cultural e de Solidariedade Social, da Associação dos Deficientes das Forças Armadas, da Associação Casa da Ilha Graciosa na Terceira, da Casa do Triângulo – Associação Cívica, da Associação de Marienses e Amigos de Santa Maria, da Casa dos Açores no Norte e da Casa dos Açores em Lisboa.

Segundo Vasco Cordeiro, esta inauguração marca, no âmbito desta conjuntura especial da pandemia da COVID-19, o “retomar de uma certa normalidade que já está a acontecer”, quer nas Unidades de Saúde de Ilha de toda a Região, quer nos hospitais de Ponta Delgada, de Angra do Heroísmo e da Horta.

“Nas Unidades de Saúde de Ilha, as consultas foram retomadas nos meses de abril e maio e cerca de 40 por cento dessas consultas foram em regime de telemedicina, o que dá bem nota do potencial e da aposta que está a ser feita nesta área e que as circunstâncias que vivemos vieram evidenciar como uma das necessidades ainda mais prementes”, destacou.

Do ponto de vista da retoma da atividade dos postos de saúde das Unidades de Saúde de Ilha, prevê-se que a maioria esteja em funcionamento até 01 de julho, eventualmente com algumas exceções por motivos de baixas médicas ou de obras que estão a decorrer em algumas dessas infraestruturas, disse o Presidente do Governo.

“Progressivamente, estamos a retomar esta normalidade com o objetivo muito preciso de conseguir recuperar tudo aquilo que, em função da situação da pandemia, não foi possível realizar neste período, ao mesmo tempo que nos preparamos para uma eventual segunda vaga”, afirmou Vasco Cordeiro, para quem “não é de excluir a possibilidade de surgir mais casos positivos”.

GaCS/PC

Translate »