17/06, 19H10: Governo dos Açores assegurou estabilidade financeira das IPSS durante o período de pandemia

Madalena, 17 de Junho de 2020

Governo dos Açores assegurou estabilidade financeira das IPSS durante o período de pandemia

A Secretária Regional da Solidariedade Social destacou hoje, na Madalena, que o Governo dos Açores assegurou a estabilidade financeira das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Misericórdias dos Açores durante o período em que estiveram encerradas devido à pandemia de COVID-19.

“A Região assumiu o pagamento a todas as instituições com acordo de cooperação com o Instituto de Segurança Social dos Açores, perfazendo um total de cerca de 538 mil euros para as creches e de cerca de 302 mil euros para a valência de jardim de infância em todas as ilhas”, afirmou Andreia Cardoso.

“O Governo Regional assegurou, desta forma, o financiamento a 100% a estas instituições durante os dois meses que estiveram encerradas, mesmo com a redução de alguns custos durante este período, designadamente com a alimentação das crianças e a higiene dos espaços, com a redução da utilização de água e eletricidade, não esquecendo, em alguns casos, também com funcionários, quer por apoio à família ou outros motivos”, acrescentou a Secretária Regional.

A responsável pela pasta da Solidariedade Social reafirmou a disponibilidade do Executivo açoriano para assegurar a comparticipação de eventuais despesas extraordinárias das instituições.

À semelhança do que já tinha acontecido nas ilhas de São Miguel e Terceira, Andreia Cardoso reuniu-se terça-feira, na Horte, e hoje, na Madalena, com as Instituições Particulares de Solidariedade Social e Misericórdias das ilhas do Faial e Pico, respetivamente, com resposta na área da infância e juventude para um balanço da reabertura das valências e do seu funcionamento.

A retoma da atividade das creches e jardins de infância nas ilhas do Faial e Pico após a fase de pandemia decorreu, segundo Andreia Cardoso, com “normalidade, tendo em conta a capacidade de adaptação das crianças à nova realidade, assim como das próprias instituições com estas respostas às novas regras”.

Tal como nas outras ilhas, a governante ouviu as preocupações atuais das instituições, que se prendem especialmente com a chegada do verão e as habituais atividades da época, assim como em garantir os recursos humanos necessários para assegurar os serviços de acordos com as normas emanadas, quer nos planos de contingência das próprias instituições, quer pela Autoridade de Saúde Regional.

“Foram duas reuniões construtivas, onde todas as partes partilharam as suas preocupações e onde foram relembradas para a possibilidade de se candidatarem aos Contratos de Cooperação Valor Eventual para aquisição de equipamentos de proteção individual, bem como ao Programa de Colocação Extraordinário de Trabalhadores para substituição de trabalhadores por três meses”, salientou Andreia Cardoso.

As ilhas do Faial e Pico têm, cada uma, cinco respostas sociais com valências de creche e jardim de infância, tendo usufruído de mais de 78 mil e de 28 mil euros, respetivamente, de valor compensatório pela perda da receita provinda da comparticipação familiar relativa aos meses em que estiveram encerrados devido à pandemia de COVID-19.

Andreia Cardoso visitou também a Casa de Infância de Santo António, na Horta, onde teve oportunidade de visitar o ginásio da instituição, que foi alvo de obras de remodelação em 2019 e que, para o efeito, contou com um apoio financeiro do Governo dos Açores de mais de 82 mil euros. GaCS/AIC

Translate »