10/06, 16H50: Governo dos Açores apoia ganaderos para alimentação e tratamento das raças de gado bravo em consequência da pandemia

Ponta Delgada, 10 de Junho de 2020

Governo dos Açores apoia, de forma excecional, ganaderos a suportarem despesas com alimentação e tratamento das raças de gado bravo em consequência da pandemia

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte revelou que o Governo dos Açores vai apoiar, de forma excecional, este ano os ganaderos a suportarem despesas com a alimentação e o tratamento dos animais das raças de gado bravo, tendo em conta que a pandemia inviabilizou a realização de espetáculos tauromáquicos, com consequências diretas ao nível dos rendimentos.

“Este apoio insere-se num conjunto de medidas que a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas tem vindo a tomar para minimizar os impactos causados pela pandemia no setor agropecuário”, referiu João Ponte, acrescentando que os produtores de raças de gado bravo nos Açores também estão confrontados com evidentes dificuldades, pois sem a realização de touradas não obtêm receitas necessárias para a gestão das suas explorações.

A portaria que regulamenta a atribuição de uma compensação financeira aos ganaderos proprietários de animais de raças de gado bravo, pela não realização de touradas à corda e de praça este ano, devido às restrições sanitárias impostas pela pandemia foi assinada ontem e será publicada em Jornal Oficial na próxima semana.

Para João Ponte trata-se de um apoio fundamental para ajudar as ganadarias a ultrapassarem esta fase de dificuldades, já que este ano se perspetiva que as receitas da sua atividade serão quase nulas, devido à não realização de touradas.

Além da tradição cultural e do impacto económico das touradas noutros setores da atividade economia, o governante sublinhou que a criação do touro bravo é também uma importante componente do setor agrícola, muito em particular na ilha Terceira.

GaCS/RM

Translate »