31/03, 16H00: Ponto de Situação da Autoridade de Saúde Regional dos Açores sobre o Covid-19

À data de ontem, 30 de março, tínhamos na Região Autónoma dos Açores 113 casos suspeitos para Coronavírus. Destes, 96 vieram a revelar-se negativos, sendo 59 de São Miguel, 18 da Terceira, 12 da ilha do Pico e 7 da ilha do Faial. Dois deram resultado positivo, um do Pico e outro de São Miguel, do concelho da Povoação. O caso da ilha do pico está relacionado com viagem ao exterior e já se encontrava de quarentena.

Quinze casos aguardam resultados ou colheitas, 10 de São Miguel 3 da Terceira, 1 do Pico e 1 do Faial.

Assim, nas últimas 24 horas, até às 00H00 de hoje, 31 de março, verificam-se 38 casos suspeitos de Coronavírus na Região Autónoma dos Açores.

A esta data, estão confirmados 49 casos: 19 na ilha de São Miguel (12 em Ponta Delgada, 5 na Povoação, um na Ribeira Grande, um na Lagoa); 9 na ilha Terceira (4 em Angra do Heroísmo, 5 na Praia da Vitória); 9 casos positivos na ilha do Pico (4 na Madalena, 5 em São Roque do Pico); 7 em São Jorge (5 nas Velas, 2 na Calheta); e 5 casos positivos na Horta, ilha do Faial.

A esta data, A Autoridade de Saúde Regional mantém neste momento 2 051 vigilâncias ativas, sendo que já saíram de vigilância ativa 320 pessoas. Das 2 051 vigilâncias ativas, 1 145 provêm de encaminhamentos da Linha de Saúde Açores e 906 do trabalho de campo das Delegações de Saúde. Dentro destas 906 sinalizações, 22 são do Faial, 55 das Flores, 5 da Graciosa, 45 do Pico, 168 de São Jorge, 496 de São Miguel, 36 de Santa Maria e 79 da ilha Terceira.

O número de internados em contexto hospitalar mantém-se em 10. Seis estão internados no Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira (1 caso na Unidade de Cuidados Intensivos), dois no Hospital da Horta e dois no Hospital do Divino Espírito Santo, em São Miguel. Em contexto de internamento domiciliário encontram-se 39 cidadãos Açorianos – 17 em São Miguel, 5 em São Jorge, 6 na ilha Terceira, 7 na ilha do Pico e 4 na ilha do Faial.

2 comentários a "31/03, 16H00: Ponto de Situação da Autoridade de Saúde Regional dos Açores sobre o Covid-19"

  1. Olga Freitas | 31 de Março, 2020 às 17:56 |

    Será fundamental num futuro muito próximo incluir nas monotorizações domiciliárias dos utentes infetados por COVID-19 e sem comorbilidades o registo bi-diário da Saturação de O2 por oxímetro de pulso, a realizar pelo próprio doente, bastando para tal possuir o oxímetro (equipamento de pequenas dimensões de custo reduzido e facilmente desinfetado) e cuja utilização poderá ser explicada através de skype pelo Delegado de saúde da área de residência,com este procedimento (simples), poderemos evitar que muitos destes casos cheguem aos Cuidados Intensivos,porque será detetada precocemente a complicação mais temível (PNEUMONIA VIRICA A COVID-19) que se for diagnosticada logo no seu início poderá ter uma evolução menos critica ao iniciar nas primeiras horas os cuidados de vigilância e suporte em ambiente Hospitalar. Relativamente aos utentes infetados portadores de uma ou mais comorbilidades considero que não serão utentes para monotorização Domiciliária a não ser que tenham visitas médicas domiciliárias ou por Skype se este método for viável poderá ser o ideal.

  2. Conheço 2 povoacenses que não estão a cumprir com o dever de recolher. Saiem todos os dias, não são doentes crónicos e vivem da autarquia

Os comentários estão fechados.

Translate »